Brasilgamer.com.br

Frente a frente: Nioh no PS4 e PS4 Pro

60fps, 30fps - ou algo assim. Você decide!

Nioh, anunciado há quase uma década atrás, está quase chegando, e depois de grandes transformações, temos um jogo de ação sombrio, brutalmente difícil, que combina elementos de Ninja Gaiden e Dark Souls num jogo fantástico. De forma simples, é a Team Ninja de volta à sua melhor forma.

Nioh parece um jogo visualmente conservador - que deixa de lado os modernos efeitos pós-processamento e técnicas mais recentes, em prol de um aspecto mais reservado. Não vai espantar, mas com o tempo, impressiona. É uma evolução do que a Team Ninja começou em 2004 com Ninja Gaiden - linhas limpas e nítidas, texturas detalhadas, e animação rápida e fluída. Ao invés de recorrer a técnicas como mapa de oclusão em paralaxe, Nioh adiciona detalhe às superfícies através da densidade geométrica, seguindo o exemplo de Dark Souls 3 e Bloodborne.

Nioh tem uma atmosfera incrível graças aos efeitos de iluminação e clima estilizados. A vila varrida pela chuva no início do jogo preenche a tela com gotas que, graças a uma técnica screen-space, refletem a luz das tochas e ataques. O trabalho de texturas está repleto de detalhe enquanto os realces especulares permitem que a iluminação dinâmica encaixe bem no terreno. Os personagens parecem uma evolução do que vimos antes da Team Ninja, arestas redondas e linhas limpas. Irá encontrar muitos elementos de baixa resolução, mas o aspecto geral é sólido.

Geralmente, a Team Ninja foca-se em visuais polidos, um frame rápido e animação fluída, mas Nioh leva as coisas mais além com várias opções à escolha. Existem três modos de jogo - ação, filme e filme variável. O modo ação foca-se nos 60fps à custa da qualidade de imagem, o modo filme bloqueia a 30fps e dá prioridade à resolução, enquanto o modo variável tenta um meio-termo. Todas as opções existem no PS4 e no Pro.

Análise a Nioh com as diferenças entre o PS4 e o Pro nos três modos.

No Pro, a resolução adaptável assume um grande papel. Após contar os pixeis em inúmeras imagens, encontramos um leque de resoluções muito variado. Ao usar o modo Ação, Nioh apresenta 1080p, 1728x972, 1665x940, 1472x828 e até 1280x720 em raros momentos. No modo filme apresenta 2160p até 1800p e mesmo 1440p. O modo variável exibe quedas ocasionais para 2304x1296, mas apresenta mapas de sombras com maior resolução, e a resolução superior ajuda no filtro de texturas.

O mesmo é aplicado no PS4 normal. No modo ação, Nioh passa a maior parte do tempo a 720p, mas frequentemente muda para 1600x900 ou 1728x972. Estas resoluções superiores surgem quando existe pouca ação na tela. A qualidade de imagem é menos refinada no console normal, mas os que querem melhor qualidade, podem jogar no modo filme a 1080p30. Existem algumas quedas na qualidade de imagem, mas está a 1080p quase 99% do tempo.

A questão principal será a performance. Nioh começa com o modo ação pré-definido. Os jogos da Team Ninja focam-se nos 60fps: desde Dead or Alive a Ninja Gaiden e Metroid Other M, o frame é o mais importante e Nioh segue isso à risca. O modo de ação chega e mantém este frame na maioria do tempo, e entrega uma qualidade de imagem razoável. Acreditamos que o modo de ação é a melhor forma de jogar no PS4 Pro.

PlayStation 4PlayStation 4 Pro

Even in close quarters, large enemy encounters such as this can send the resolution plummeting on the base PlayStation 4.

PlayStation 4PlayStation 4 Pro

Even basic hallways can exhibit a lot of detail but, once again, we see the PS4 drop down to 720p in order to maintain its frame-rate.

PlayStation 4PlayStation 4 Pro

Cutscenes are capped at 30fps so even when using action mode, PS4 Pro owners benefit from a higher resolution or downsampling.

PlayStation 4PlayStation 4 Pro

The bump in image quality has an impact on the resolution of some effects such as the light depth of field in this shot.

O modo filme dá prioridade à qualidade de imagem. A resolução sobe muito, mas o frame fica a 30fps. A qualidade de imagem fica melhor mas a anti-aliasing pós-processamento significa brilho nas superfícies. Infelizmente, a fluidez da experiência sofre muito neste modo.

Existem pequenas quedas em cenas mais movimentadas, o que é mau visto já que não estamos sequer a 60fps, mas o problema está na trepidação presente neste modo. Apesar do ritmo de frames estar correto e a proporção se manter estável, existe trepidação que causa uma experiência inconsistente. É uma sensação que pode nem sequer reparar, e depende muito do jogador. Já o modo variável sofre com este mesmo problema mas com maior gravidade. Agradecemos a inclusão desta opção, mas não parece muito boa ao jogar.

E no PS4 normal? A grande maioria vai jogar aqui e felizmente, o modo de ação oferece uma performance muito perto da que temos no Pro. Algumas quedas adicionais surgem mas no geral temos 60fps estáveis. O sacrifício está na resolução inferior, que frequentemente fica a 720p. O modo filme sofre com os problemas de trepidação também. Mas mesmo com estes problemas, é bom ter a opção. O jogo roda em modo ação por pré-definição, e é o modo aconselhado, seja no PS4 normal ou no Pro, para ter 60fps estáveis.

Um dos estranhos esforços de otimização resulta na redução da qualidade das animações nos inimigos distantes, que mostram animações menos trabalhadas. Felizmente, acontece pouco e na verdade apenas o vimos uma vez. Por outro lado, um dos melhores aspetos são os tempos de carregamento, muito importante tendo em conta que morrerá muitas vezes. Jogos como Dark Souls 3 e Bloodborne podem demorar 30 ou 60 segundos, mas Nioh demora menos de cinco segundos. A velocidade do carregamento lhe deixa voltar para a ação rapidamente.

Nioh é um jogo muito bem desenvolvido, o frame está superior ao das demos e a implementação Pro é excelente. Combinado com os tempos de carregamento rápidos e as diferentes opções, apenas podemos elogiar o trabalho da Team Ninja. Gostaríamos de ver o modo filme melhorado, mas no resto existem poucas queixas. Se é fã da série Souls ou se quer uma sequência de Ninja Gaiden, vale a pena jogar Nioh. É brutal e polido, demonstrando os benefícios de visuais conservadores em prol de refinamento e alta performance.

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...