Brasilgamer.com.br

Battlefield 1 e FIFA 17: O Frostbite brilha no PS4 Pro

O motor da EA consegue melhorias impressionantes.

FIFA roda a 4K e Battlefield 1 recebe várias melhorias.

O motor Frostbite da DICE foi usado para a maioria dos jogos desenvolvidos internamente na Electronic Arts - tecnologia de topo que oferece experiências sensacionais em séries como Battlefield, FIFA, Need for Speed e no próximo Mass Effect. Alguns dos melhores engenheiros de renderização trabalham na tecnologia, por isso esperamos muitas melhorias tendo em conta o grande aumento na GPU do PlayStation 4 Pro.

A melhoria que FIFA 17 recebe no PlayStation 4 Pro é impressionante - não em funcionalidades visuais mas sim no incrível aumento na resolução. O frame 1080p da versão PS4 normal passa para 4K nativa - sem conversão de resolução ou super-sampling temporal. Um jogo já limpo e nítido que recebe uma claridade visual ainda maior.

No entanto, a ineficaz solução anti-aliasing de FIFA permanece a 4K. O brilho das arestas e especular a 1080p é reduzido devido à maior densidade de pixeis, mas ainda é visível devido à estética de alto contraste. Utilizamos uma Samsung KU6400 de 40 polegadas, que possui uma densidade de pixeis altamente incrível, mas o aliasing era facilmente visível. Quem for jogar a 1080p deverá ter menos problemas, mas é uma pena que a AA temporal do Frostbite não seja usada aqui.

Tirando a resolução, existem poucas diferenças. O campo de profundidade a 1080p não ficaria bem a 4K, por isso foi ajustado e é interessante ver que o nível de detalhe do efeito do gramado nos replays parece estar mais distante. Com a maior resolução também temos mais detalhe no campo em si, que sobrevive ao downscaling para 1080p. A conclusão é simples - FIFA foi desenvolvido pensando nas especificações dos consoles, mas é bom ver que existe espaço para rodar a 4K nativo. O gameplay continua consistente nos 60fps, e as perspectivas existentes a 30fps permanecem iguais.

Dois consoles PlayStation, duas especificações muito diferentes, ambos jogados ao mesmo tempo com o mesmo controle.

Battlefield 1 é que chama mais à atenção. A GPU do PS4 Pro tem muito em comum com a Radeon RX 480 - que roda este jogo como se fosse um sonho. Temos melhor performance? Renderização a 4K? Mark Cerny nos disse que Mass Effect Andromeda apresenta conversão de resolução para 1800p e um modo de qualidade a 1080p, temos algo similar em Battlefield 1?

O resultado é fascinante. Os que esperam uma apresentação 1080p/ultra podem acalmar as expectativas - a DICE implementou um modo Pro para todos, que oferece melhorias tangíveis que ficam bem em uma tela 4K, mas que não incluem a implementação das maiores melhorias vistas nos PCs de topo, tais como sombras e reflexos da máxima qualidade, e detalhe no terreno.

O conversor dinâmico de resolução, 900p-1000p, parece ser o que mais beneficia com o maior poder GPU do Pro, e na campanha pode ir até 1656p. O salto na resolução é evidente numa tela 4K, mas não consistente, ajustando-se de acordo com a carga sobre a GPU. A solução temporal para a anti-aliasing permanece, adicionando alguma suavidade à apresentação, adicionado devido ao uso de conversão por checkboard. Os artefatos da conversão de resolução são visíveis, mas apenas em imagens paradas que capturamos - as anomalias ocorrem apenas em movimento e a tecnologia usada pelas telas modernas tende a esconder este artefato.

Lado a lado com o jogo no PS4 normal rodando numa tela 4K, existe uma grande melhoria na qualidade de imagem, mas existe a sensação que, tal como em Uncharted 4 e Titanfall 2, temos uma linha num meio-termo entre 1080p e 4K. A ironia é que quando a apresentação é convertida para 1080p fica impressionante - uma clara melhoria sobre o jogo no PS4 base.

A atualização para PS4 Pro de Battlefield 1 tem sido muito badalada. Quais as melhorias que deveriam ser adicionadas? Verifiquem aqui.

As melhorias vão além da resolução, no Pro os frames melhoraram muito nas áreas mais exigentes da campanha. Algum do poder GPU foi usado para assegurar uma experiência mais suave. No multiplayer é mais complicado testar isto, mas obtivemos uma segunda cópia do jogo para mais testes. Será interessante ver se existem melhorias nas partidas para 64 jogadores.

No PS4 Pro também temos melhorias interessantes nas funcionalidades visuais. O PS4 Pro parece oferecer texturas de maior qualidade além do salto na resolução. A cadência de efeitos também parece ter sido melhorada - as partículas aceleradas pela GPU estão muito melhores, e ficam num meio termo entre os consoles existentes e o jogo no PC maximizado. A qualidade dos terrenos foi melhorada: no PS4 normal varia entre low e medium - o Pro fica fixo no medium. Outras funcionalidades - como sombras, campo de profundidade e motion blur - permanecem iguais no Pro.

É um resultado fascinante. Podem existir boas razões para a DICE não perseguir algo equivalente 1080p/ultra para o Pro (permitir mais detalhe gráfico tem uma certa sobrecarga na CPU) mas a estratégia de equilibrar aumentos na resolução com funcionalidades visuais melhoradas e performance melhorada funciona bem - o resultado final é que todos os jogadores com um Pro recebem uma melhoria decente, seja qual for o tipo de tela que têm.

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...