Brasilgamer.com.br

Sniper Elite 4 - Análise

Façam suas malas para a Itália.

Confesso que os primeiros jogos da franquia Sniper Elite não ganhou muito a minha atenção, mas daí em diante, a série começou a tomar um rumo mais atraente e com uma mecânica mais interessante apesar das limitações aparentes para um jogo com poucas pretensões.

Sniper Elite III se destacou em relação aos capítulos anteriores, graças a uma aplicação técnica superior, também devido ao progresso da geração de consoles. Além de uma certa repetitividade na mecânica de jogo, que sofreu alterações, foi o replay em câmera lenta das mortes inimigas, misturado com infiltração furtiva que tornou o jogo interessante e bastante desafiador. Sniper Elite 4 é a continuação natural do terceiro capítulo, onde agora estamos no verão de 1943 ao ataque de tropas nazistas.

A jogabilidade desta nova versão de Sniper Elite é absolutamente idêntica em seus principais mecanismos em relação ao terceiro capítulo com algumas modificações distintas. A primeira é a infiltração em território inimigo, com uma arma silenciosa para tentar explodir cabeças sem sermos detectados, no estilo Metal Gear Solid. Quando somos descobertos, e isso acontece muitas vezes considerando o número de patrulhas em circulação, são desencadeados tiroteios intensos até que você elimine todos os inimigos.

Para evitar isso, você deve ter uma boa pontaria e ser capaz de interpretar de forma eficaz a rota da bala quando se joga sem nenhuma ajuda em altos níveis de dificuldade. As diversas espingardas são caracterizadas por pequenas diferenças de balística, mas todas são usadas ​​da mesma maneira. Para auxiliar o jogador em momentos tensos, também vamos contar com minas, granadas anti-tanque, kits médicos, lançadores de foguetes e cargas explosivas que muitas vezes podem fazer a diferença entre uma emboscada bem sucedida ou uma vertiginosa chuva de balas.

A dinâmica dos tiroteios também se mantiveram inalteradas. Tiros desperdiçados, na maioria das vezes chamam a atenção dos guardas, que investigam sem acionar o alarme, na pior das hipóteses eles vão entregar nossa localização, nos tornando um ímã para os soldados inimigos.

Nada de novo, então, exceto por um aspecto que é a configuração. Sniper Elite 4 é um pouco mais agradável de jogar do que seu antecessor, porque os níveis são mais amplos e diversificados do que as rochas, oásis e aldeias do terceiro capítulo. Há também mais verticalidade com altos edifícios, formações rochosas, cânions, enseadas e baías. Em SE4, podemos subir calhas ou andaimes para encontrar o melhor local para realizarmos nossas metas. O mais notável é a presença de casas mais elaboradas que sempre trazem inimigos a nossa espreita. Em termos gerais, é evidente o melhor nível de design que torna a exploração e combate mais agradável.

Para completar um mapa, atingindo todos os objetivos principais e secundários requer um tempo que varia muito em relação à abordagem e o nível de dificuldade. As missões da campanha singleplayer são apenas oito e levam cerca de dez horas para serem totalmente exploradas. Felizmente, para aprofundar a experiência temos o modo multiplayer, que pode ser competitivo ou cooperativo, incluindo o Deathmatch e o Team Deathmatch, por exemplo. Não espere muito desse modo, ele pode ficar muito chato rapidamente e o tiroteio com armas automáticas em terceira pessoa não vai agradar os jogadores acostumados com os FPS tradicionais.

Sniper Elite 4, infelizmente também tem os mesmos problemas que o seu antecessor, que o impedem de realmente decolar como um jogo de tiro de sucesso. A trama é apenas uma desculpa. Os mapas são livremente exploráveis e, em seguida, os objetivos podem ser completados em qualquer ordem que quisermos. O problema é que a abordagem pode facilmente ser feita em modo furtivo, mas isso é quase impossível, devido ao grande número de guardas e patrulhas para eliminar, concluir uma missão sem causar algum alarme é praticamente impossível.

Quem adorou SE3 vai adorar também SE4. O jogo vai manter o jogador ocupado por várias horas ou até mesmo semanas. Ainda não é o jogo definitivo para a proposta que a Rebellion deseja passar aos jogadores, mas estamos confiantes de que o feedback dos jogadores será fundamental para que Sniper Elite 5 chegue a sua glória plena. Só nos resta esperar.

Sniper Elite 4 - Análise Christian Donizete Façam suas malas para a Itália. 2017-02-16T10:44:00-02:00 4 5

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...