Brasilgamer.com.br

Grand Theft Auto: San Andreas - Análise

Carl Johnson, o protagonista de GTA chega aos dispositivos iOS.

A Rockstar dá a oportunidade de viajarmos no tempo e mais uma vez colocar as mãos em Grand Theft Auto: San Andreas, agora disponível para os sistemas iOS.

Trazer uma versão para os dispositivos portáteis é sempre uma ótima oportunidade para chegar a um público diferenciado, onde muitos deles não têm acesso às plataformas caseiras. Essa é a ideia de San Andreas, e se compararmos esse título com a versão original, podemos notar grandes diferenças.

Esta versão de Grand Theft Auto: San Andreas conta com gráficos melhorados, sombras detalhadas e dinâmicas, um horizonte maior, uma paleta de cores mais rica, e melhores modelos de personagens e carros, além da oportunidade de jogarmos novamente na pele de Carl Johnson.

1

A história do jogo traz Carl Johnson de volta a Los Santos, após ficar sabendo que sua mãe foi assassinada. Ao retornar, CJ acaba encontrando seus velhos amigos, que só para variar estão encrencados com a polícia e com as gangues vizinhas.

Como em outros jogos da série, em Grand Theft Auto: San Andreas também é possível trabalhar o condicionamento físico de seu personagem, levando CJ para a academia e, depois até passar em uma lanchonete para fazer uma refeição saudável a base de muito carboidrato.

"Além de Los Santos, ainda podemos visitar outros locais como San Fierro e Las Venturas."

2

O mapa de San Andreas não é tão extenso, mas isso não quer dizer que seja um mapa pequeno. Se tratando de um jogo para smartphones e tablets o mapa do jogo é rico e muito bem detalhado. Ainda podemos visitar outros locais como San Fierro e Las Venturas, além da possibilidade de influenciarmos as brigas de gangues desses locais mais afastados de Los Santos.

Grand Theft Auto: San Andreas é realmente um grande jogo, onde talvez a única limitação seja em relação aos controles de toque que não vão agradar aos fãs mais dedicados. Os novos controles táteis são uma opção apenas para mostrar os botões quando precisarem deles, mas às vezes deixam um pouco a desejar.

3

Mas a Rockstar pensou nessa possibilidade e resolveu o problema permitindo suporte completo para controles. No entanto, mesmo com o suporte aos controles, utilizar armas de fogo ainda pode ser um problema. Mirar e atirar não é uma tarefa fácil e pode frustar os jogadores em determinados momentos.

Tirando esse pequeno empecilho com os controles, Grand Theft Auto: San Andreas é um jogo recomendável e não deixa dúvidas de que tem muito potencial. Visitar Los Santos novamente seja em um iPhone, iPod ou iPad, deixa claro mais uma vez que a Rockstar é capaz de criar grandes jogos, independente da plataforma em que sejam lançados.

8 / 10

Grand Theft Auto: San Andreas - Análise Christian Donizete Carl Johnson, o protagonista de GTA chega aos dispositivos iOS. 2013-12-19T14:00:00-02:00 8 10

Comentários

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...