F1 2013 - Análise

Acelerando na reta final da atual geração.

Para quem estava esperando uma grande evolução, vai encontrar aqui algo mais refinado, mas nada que não tenhamos visto nos jogos anteriores.

Versão testada: PC

Amantes da fórmula 1 já podem acelerar em F1 2013, um jogo que chega com duas edições para agradar tantos os novatos como os veteranos da série, que poderão dessa vez reviver corridas e circuitos clássicos de um dos eventos mais populares do mundo.

A primeira observação é que a versão 2013 está praticamente na mesma estrutura do jogo anterior, com poucas alterações em relação as opções de jogo e o menu principal. Temos novamente um tutorial muito interessante para quem está ingressando pela primeira vez a essa experiência, antes de iniciarmos o modo carreira.

O modo carreira sem dúvida é a grande atração de F1 2013, onde podemos participar de cinco temporadas evoluindo de acordo com nosso próprio desempenho. Para quem quiser algo mais descontraído vai encontrar corridas rápidas e também tentar sua melhor melhor marca nos modos Time Attack e Time trials.

Porém a Codemasters optou também para esse ano levar o jogador a uma viagem ao passado oferecendo o modo F1 Classics. No F1 Classics, poderemos pilotar no Circuit De Jerez e em Brands Hatch na pele de Nigel Mansell, Mario Andretti, Gerhard Berger, entre outros pilotos. Quem optar pela Classic Edition terão ainda acesso aos pilotos David Coulthard, Jacques Villeneuve, Eddie Irvine, Alain Prost, e a seis carros da década de 90.

F1 2013 - Trailer de lançamento

O modelo de condução mostra uma evolução desde que a Codemasters assumiu o simulador em 2010. Passou por mudanças que podem desafiar os jogadores mais dedicados, que têm a opção de desligarem todas as opções de ajuda. O que torna o jogo simplesmente em um modelo de condução extremamente difícil.

Com exceção dessas opções que podem ser desabilitadas, a jogabilidade não demonstra maiores dificuldades, a não ser quando estamos correndo em pista molhada, por exemplo, onde a influência se mostra mais evidente em locais com uma maior intensidade de chuva e também considerando as condições de seus pneus.

Os carros dos oponentes e sua Inteligência Artificial continuam se mostrando eficientes com um bom nível de desafios, oferecendo realmente algo muito próximo de uma verdadeira corrida de F1. Porém o sistema de penalizações foi revisto, e agora realiza punições mais brandas quando realizamos cortes no circuito ou contatos com os outros veículos.

Outros detalhes ficam por conta das questões técnicas nesta temporada, principalmente ao desgaste maior dos pneus, carros que alcançam uma velocidade final surpreendente, o consumo de combustível e outros fatores que agregam a importância de uma boa estratégia durante as corridas.

F1 2013: gameplay trailer - Pista molhada

Além desses fatos citados acima, F1 2013 também oferece bons gráficos, graças ao cuidado que a Codemasters teve para reproduzir todos os carros e pistas, além de acrescentar simples detalhes que fazem a diferença, como encontrarmos cascalho em locais com baixa densidade de tráfego, que podem ocasionar problemas ao nosso carro, que vão desde um desgaste maior dos pneus, ou uma leve perda do controle de direção. Já sobre o sistema de danos, tudo se mantém como na versão de 2012.

Sendo assim, podemos dizer que F1 2013 evoluiu em algumas partes e se manteve inalterado em outras, mas mesmo assim, ainda é um ótimo simulador de corridas, que ao contrário de outros jogos que exploram mais o estilo arcade, aqui o jogador é testado não só em sua habilidade de direção, mas também na paciência e estratégia para se tornar um grande campeão.

Para quem estava esperando uma grande evolução, vai encontrar aqui algo mais refinado, mas nada que não tenhamos visto nos jogos anteriores. Quem sabe essa grande evolução esteja sendo preparada e adaptada para a edição de 2014, que deve chegar aos consoles da próxima geração.

8 / 10

Leia nosso sistema de pontuação F1 2013 - Análise Rodrigo Spinetti Acelerando na reta final da atual geração. 2013-10-07T00:05:00-03:00 8 10

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...