Brasilgamer.com.br

Pro Evolution Soccer 2014 - Análise

Começa a nova temporada de futebol da Konami.

Segundo a própria Konami, PES 2014 marca grandes avanços para o popular jogo de futebol, com a inclusão do FOX Engine desenvolvido pela Kojima Productions, que foi totalmente reformulado. O uso dessa nova tecnologia permitiu que a equipe de Produção de PES priorizasse a recriação de muitas habilidades dos jogadores reais e uma sofisticada Inteligência Artificial. Agora com o jogo final, temos a oportunidade de ver como a equipe de produção se saiu e também observar se o FOX Engine fez mesmo a diferença.

Realmente podemos dizer que o novo motor gráfico deixou os confrontos entre os jogadores mais realistas, ou seja, nos jogos anteriores não sabíamos ao certo os critérios que definiam como um jogador ganhava um duelo de cabeça ou um confronto corpo-a-corpo, mas agora graças a um melhor conjunto de animações é possível entender o que aconteceu e corrigir erros de sua equipe para um melhor desempenho nos próximos jogos.

No entanto, PES 2014 concentra tudo em torno da bola: como ela se move e como os jogadores a usam. As bolas aéreas seja em um cruzamento ou um escanteio, por exemplo, permite que nossos jogadores se movam para encontrar um melhor posicionamento, seja para cabecear ou chutar a bola em direção ao gol. O mesmo vale para os jogadores defensivos, que nesses casos (devemos prestar muita atenção) podem deixar um buraco no seu sistema de defesa sem ao menos percebermos.

Também podemos proteger a bola de uma forma que não aconteça a falta, uma proteção pode ser feita com quem está com a posse de bola ou quem é o marcador, para isso basta movimentar o analógico na direção de seu oponente. Claro que jogadores com maior habilidade poderão realizar dribles que deixaram os marcadores a "ver navios". Dessa forma, o jogo prioriza seis melhorias-chave na jogabilidade, o que melhora a dinâmica ao fornecer controle sobre tudo, com ou sem a bola.

"Cada jogador agora emprega atributos mentais, além dos estilos e habilidades de jogo, e podem ser negativamente afetados quando tiverem um jogo ruim."

PES 2014 - Trailer dos times da América do Sul

Com o novo motor FOX Engine, é de se esperar que o jogo ofereça várias animações aos diversos jogadores. Podemos dizer que o número de animações é bom, mas não é excepcional. Em várias ocasiões, notamos a falta de alguns movimentos mais complexos, como voleios, alguns tipos de quedas, ou até mesmo mudanças de direção. Outros elementos, tais como as multidões nos estádios e a energia do jogador, desempenham um papel de maior destaque na dinâmica do jogo, por meio do sistema Heart, que dá ênfase ao desempenho do usuário graças à essa nova jogabilidade.

Esse sistema tem o objetivo de recriar os efeitos da torcida de um time, tanto numa base individual para o jogador, quanto para toda a equipe. Cada jogador agora emprega atributos mentais, além dos estilos e habilidades de jogo, e podem ser negativamente afetados quando tiverem um jogo ruim. Falando em equipes, as mesmas estão se movimentando muito bem no geral, nos dando a sensação de um jogo com um ritmo mais calmo e realista.

Os desenvolvedores também tentaram reorganizar os menus do jogo, mostrando algo mais claro e objetivo. Mas, digamos, que essa reorganização não foi tão bem sucedida como eles esperavam. Os menus ainda são bastantes rústicos e o número de posições e subtítulos é realmente muito elevado e mal organizado. No entanto, o tutorial ainda se demonstra muito útil e, é fundamental para aprendermos a dominar as novidades desse ano.

Mais sobre PES 2014

Sobre o modo carreira, a grande novidade é o modo "Become a Legend" e a possibilidade de seguir carreira como goleiro, onde podemos até defender a seleção nacional. Além disso, Pro Evolution Soccer possui uma ampla gama de licenças de futebol de todo o mundo, incluindo a principal competição de clubes da Europa, a UEFA Champions League, a AFC Champions League, a Associação de Futebol da Argentina (AFA), os times da Primeira Divisão do Chile e como não poderia ficar de fora, a Taça Libertadores.

Claro, que as equipes brasileiras também estão presentes, onde os times nacionais são: Atlético Goianiense, Clube Atlético Mineiro, Clube Atlético Paranaense, Bahia, Botafogo, Corinthians, Coritiba, Criciuma, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Goias, Grêmio, Internacional, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Paulo, Vasco da Gama, Vitória, Palmeiras, Figueirense e Sport do Recife. Como de costume temos também um poderoso editor para preencher todas as limitações de nomes e licenças do jogo da Konami.

Sobre o modo online temos a Sala de Jogos Amistosos e o Ranking dos Jogos, possibilitando a criação de partidas sofisticadas e rankings. Também está de volta o modo Master League Online. A Konami prometeu que em breve teremos acesso a um pacote completo com o tradicional 11 vs 11.

Para finalizar podemos dizer que os gráficos são ótimos e não só os rostos dos jogadores principais são reconhecidos, assim como também o seu estilo de jogo. O nível de detalhe nos estádios é notável, a única queixa é a presença de apenas 19 licenças, devido as exigências feitas pela EA que impediram que outros estádios estivessem presentes aqui.

No geral a Konami fez um bom trabalho e mostra que a evolução vem aparecendo ano a ano. O jogo ainda é um forte concorrente de FIFA e o novo motor gráfico dá uma nova cara ao jogo, onde os fãs terão aqui a oportunidade de desfrutar de uma nova e melhorada série de futebol. Um jogo altamente recomendado para os fãs do esporte mais popular do Brasil. PES 2014 já está disponível nas lojas de todo o país.

8 / 10

Pro Evolution Soccer 2014 - Análise Christian Donizete Começa a nova temporada de futebol da Konami. 2013-09-25T09:00:00-03:00 8 10

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...