Brasilgamer.com.br

Mercado de games chega a US$ 86 bilhões em 2016, aponta Newzoo

O mercado de games deve subir o faturamento em 20 bilhões de dólares em até três anos.

Segundo a Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games, Acigames, o mercado de games deve subir o faturamento em 20 bilhões de dólares em até três anos. É o que aponta a pesquisa global 2013 Games Market Report, divulgada por sua parceira, a consultoria Newzoo. O gráfico foi divulgado via rede social na manhã desta quinta-feira, 4.

No número global de vendas, 2012-2016, o mercado deve crescer 6,7% em todos os segmentos, saltando dos 66 bilhões de dólares para US$ 86 bilhões. O mercado que deve ter mais queda de participação são os portáteis, com -15%, -6,4% para PC/Mac e -1,7 para os jogos casuais.

Já a perspectiva de crescimento de categoria no setor estão os tablets, com alta de 47,6%, seguido por smartphones, com 18,8%, jogos MMO, com 10,4 e consoles, 3,5% de participação no mercado.

Mesmo com a queda do mercado de consoles, ainda será um segmento que puxará o faturamento da indústria com 36,7% (2012), 36,1% (2013), 34,8% (2014), 33,5% (2015), e 32,4% de participação no bolo (2016).

O mercado de Massive Multiplayer Online (MMO) também avança e segue firme na segunda colocação, onde tem um pequeno crescimento na participação das vendas no mercado. Começando 2012 com 19,8%, 2013 com 21,2%, no ano seguinte com 21,9%, chegando em 2015 com 22,5% e em 2016 pontuando 22,7% de todo o faturamento.

Os smartphones permanecerão em terceiro no nicho com um crescimento gradual, onde me 2012 a categoria tinha 10,6%, passando este ano para 12,1%, 13,6 em 2014, 15% em 2015 e em 2016 chega aos 16,2%.

Já a quarta colocação fica com os tablets que tinha a participação de 3,2% em 2012, cresce para 5,3% neste ano, salta para 7,5% em 2014, vai para 9,6 em 2015 e por fim salta para 11,6% em 2016.

A ladeira de participação dos portáteis será sem fim, com uma participação de 9,8% ano passado, neste ano vai para 7,3%, 6,1% em 2014, 5,1% em 2015 e em 2016 vai amargar 3,9% de participação e pode ser um momento de questionamento sobre a existência do mercado de portáteis. Se ainda vai valer a pena.

Com o avanço dos smartphones e tablets mais potentes ou móveis que os computadores, o PC e os Macs vão começar a descer a ladeira, começando em 9,8%, em 2012; 8,6, em 2013; 7,5, em 2014; 6,6%, em 2015; e 5,8% em 2016.

a

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela sua contribuição!

  • Carregando...